FERRARI F8 TRIBUTO: A CELEBRAÇÃO DA EXCELÊNCIA

A Ferrari revelou as primeiras fotografias oficiais do F8 Tributo, o novo desportivo com motor central-traseiro que representa a mais alta expressão da berlinetta clássica de dois lugares do Cavallino Rampante. O nome é, igualmente, uma homenagem ao layout do modelo e ao motor que o alimenta com 720 cv e uma potência de registro de 185 cv/l, é o V8 mais poderoso da história da Ferrari. O V8 de 3902 cc ganhou o prémio “Melhor Motor” no Motor Internacional do Ano por três anos consecutivos em 2016, 2017 e 2018 e, além disso, em 2018, recebeu o título de melhor motor das últimas duas décadas.

Como estes prestigiados prémios demonstram, no mundo automóvel, o motor V8 da Ferrari é visto como o epítome da desportividade e do prazer de condução, sendo este V8 o motor central mais rápido de sempre.

O novo carro substitui o 488 GTB, e regista melhorias em todo o chassis, proporcionando um controle ainda melhor e, paralelamente proporciona um maior conforto a bordo. O F8 Tributo tem mais 50 cv do que o carro que substitui é mais leve e beneficia de uma melhoria de 10% na eficiência aerodinâmica, juntamente com a versão mais recente do Side Slip Angle Control, agora na versão 6.1. Deste modo, enquanto o F8 Tributo oferece os mais altos níveis de desempenho de qualquer carro na faixa atual, esse desempenho também é muito utilizável.

Com menos 40 quilos que o 488 GTB, o F8 Tributo cumpre o sprint dos 0-100 km/h em 2,9 segundos e os 0-200 km/h em 7,8 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 340 km/h.

A frente do carro tem um “S-Duct”, uma solução que se estreou no 488 Pista e que no F8 Tributo foi redesenhada. Este dispositivo contribui com um aumento de força descendente na ordem dos 15%, quando comparado com os valores ostentados pelo 488 GTB.

O pacote aerodinâmico do novo desportivo da Ferrari adota múltiplas soluções do 488 Pista com o objetivo melhorar a gestão térmica do compartimento do motor.

Curiosamente, o F8 Tributo presta ainda homenagem ao F40, um dos desportivos mais emblemáticos da casa de Maranello, ao apresentar uma cobertura do motor em Lexan. O novo automóvel tem ainda alguns apontamentos estilísticos visíveis nos farolins traseiros que remetem para o 307 GTB de 1975. Redondos e em par estão colocados de cada lado da carroçaria.

A marca italiana vai revelar o F8 Tributo na 89.ª Edição do Salão Internacional do Automóvel de Genebra de 2019 altura em que serão conhecidos mais detalhes, bem como a data de lançamento e, claro, o preço.

#TablierMagazine
Fonte:
Ferrari

Related posts