DANI SORDO E ANDREU LACONDEGUY EM DESCIDA VERTIGINOSA NA SERRA DA LOUSÃ

Dois craques de modalidades diferentes enfrentam-se. Até aqui tudo bem. Ou talvez não.
É que estes dois craques são de disciplinas bem diferentes. Um é uma estrela do mundo dos ralis e conduz – ou antes pilota –, um Hyundai com motor que disponibiliza impressionantes 300 cv. O outro é um atleta de freeride mountain bike. Um mundo bem diferente do mundo dos automóveis. Aqui é o físico que dá tudo o que tem e… o que não tem.
O desafio desenrola-se na Lousã, com os dois a disputarem a descida. Qual chega primeiro? É uma incógnita? Ou visto assim, à primeira, a vantagem recai no Hyundai. Sempre são 300 cv. Mas será a vitória deste certa?
O desafio para esta corrida épica foi dirigido pelo espanhol Andreu Lacondeguy a Dani Sordo. O embate teve lugar na Lousã, no Louzanpark que, nas décadas de 80 e 90 integrou as classificativas do Rali de Portugal.
Para o desafio foram utilizadas duas pistas em simultâneo. Até ao Fast Encounter os trajetos são diferentes. Dani Sordo, no Hyundai opta por um percurso mais longo, rodeado de impressionante paisagem; enquanto Andreu Lacondeguy escolhe um trajeto mais reto em direção ao local da chegada.
Pelo caminho gravilha, pó, folhas, saltos tudo acontece aos dois contendores que se cruzam duas vezes no trajecto feito a alta velocidade. O barulho do motor do Hyundai contrasta com o silêncio da bicicleta de Andreu Lacondeguy.

Assista ao embate homem-máquina e à surpresa no final do desafio

Related posts