LAGONDA VISION CONCEPT: O ESTADO DA ARTE DA ASTON MARTIN

A Aston Martin apresentou com «orgulho» o Lagonda Vision Concept, na 88.ª edição do Salão Internacional do Automóvel de Genebra (8 a 18 de março), que marca «o início de uma nova gama de veículos de luxo sem emissões. A produção está prevista para começar em 2021», avança a marca em comunicado.

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
PlayPause
Slider

«Lagonda visa ser a primeira marca de luxo de emissão zero do mundo. Este Concept vai iludir o pensamento tradicional e tirar pleno partido dos últimos avanços da eletrificação e das tecnologias de condução autónomas, que conformam a maior revolução no transporte desde a invenção do carro», sublinha a marca britânica para acrescentar «o Lagonda Vision Concept vai mostrar como o verdadeiro luxo e design moderno, longe de terem interesses diametralmente opostos, podem coexistir em total harmonia e melhorar as caraterísticas mais desejáveis de ambos».

“Acreditamos que as pessoas associam luxo, nos seus automóveis, com uma certa abordagem tradicional e até antiquada, porque, até agora, é tudo o que têm disponível”, comentou Andy Palmer, Presidente e CEO da Aston Martin. “Lagonda existe para desafiar esse pensamento e provar que moderno e luxuoso não são conceitos mutuamente exclusivos”.

Para Marek Reinch, vice-presidente executivo e diretor-chefe criativo da Aston Martin, «o Lagonda Vision Concept é uma declaração de design incrivelmente arrojada” e acrescenta “a revolução que advém da eletrificação traduz-se na não necessidade de recorrer ao design do passado e, o nosso novo conceito, mostra a janela de oportunidades que se abrem agora que é desnecessário garantir um espaço enorme, na frente dos passageiros, para uma grande unidade motriz. No Lagonda Vision Concept, as baterias ocupam o piso do carro. Tudo acima dessa linha pertence-nos”.

Muito mais do que qualquer design ortodoxo, o Lagonda Vision Concept foi projetado de dentro para fora, porque é isso que a nova arquitetura permite. Sem necessidade de ter um vasto conjunto: motor de combustão, interna caixa de velocidades e transmissão, os designers do Lagonda otimizaram o interior e, em seguida, construíram o exterior do carro em torno dele, conclui Marek Reichman.

Na apresentação em Genebra a marca frisou: “hoje, o mundo volta a sua atenção, mais uma vez, para um Lagonda revitalizado, que inventa novas e melhores maneiras de nos movermos, na interseção do ‘mais luxuoso’ com a tecnologia de ponta”.

 

TablierMagazine

Fonte: Aston Martin

Related posts