NOVO LEXUS NX 300H F SPORT: PRESENÇA INCONFUNDÍVEL

NOVO LEXUS NX 300H F SPORT:
TEMPERAMENTO DESPORTIVO NUM FAMILIAR POLIVALENTE COM QUALIDADE E CONFORTO REFORÇADOS

E pronto, quando quase todos têm os olhos postos no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, que começa na próxima semana, e em que as marcas se desdobram a apresentar as novidades e atualizações dos seus modelos, bem como, as últimas descobertas no que diz respeito a condução autónoma, eletrificação automóvel ou evolução dos sistemas híbridos e plug-in, ensaiamos a nova geração, a segunda, do Lexus NX 300h na versão de topo F Sport, que demonstra temperamento desportivo mais acentuado, design específico na carroçaria e também no habitáculo.

Sim, trata-se de um híbrido que conjuga motor de quatro cilindros com 2.5 litros de cilindrada, ciclo Atkinson, alimentado a gasolina e ligado a motor elétrico colocado no eixo dianteiro. Esta versão com tração integral recebe ainda, no eixo traseiro, um segundo motor elétrico independente, com 68 cv, que funciona sempre que são detetadas perdas de tração no eixo dianteiro. Nesta situação o sistema reduz a potência e dá mais força ao motor elétrico traseiro aumentando, naturalmente, a tração. Este segundo motor elétrico é alimentado pela bateria principal e, quando o SUV está em travagem regenerativa atua como gerador recuperando maior quantidade de energia cinética. De referir ainda que à semelhança do NX 300h da primeira geração o novo SUV está equipado também com o Lexus Drive Mode Select que disponibiliza diferentes tipo de condução: Eco, Normal, Sport ou Sport +. A potência conjunta dos motores é de 197 cv, a velocidade máxima é de 180 km/h e o tradicional 0-100 km/h cumpre-se em 9,3 segundos.

Sistema híbrido eficiente

Feita esta apreciação temos de referir que o conjunto propulsor é um dos atrativos deste modelo. Não só pela suavidade de funcionamento, mas pela forma como os três motores se conjugam para dar resposta à solicitação do acelerador ou do travão. O arranque é muito suave, e notámos, em relação ao anterior modelo, que o NX 300h F Sport circula por mais tempo em modo elétrico. Após curto período de habituação é possível circular até 80 km/h em estrada sem que o motor a combustão entre em ação. Se bem que basta pressionar o pedal com um pouco mais de firmeza para que o gráfico de energia mostre de imediato que este está a funcionar. Na realidade não é audível. Apenas sentimos um maior ímpeto para a frente.

Registamos também que este conjunto motriz continua económico. No nosso ensaio, de mais de 150 km por cidade, estrada e fora de estrada, registamos 4,6 litros de combustível, como o melhor registo e a média final foi de 6,4 l/100 km.

Ainda resultado do ensaio realizado, e com o apoio da Lexus, o relatório final de condução demonstra (ver infografia) que nos 156 km percorridos 34% foram realizados apenas com o sistema elétrico em atividade. Do mesmo modo, do tempo total de condução, 241 minutos, resultou que 56% foi preenchido com condução apenas com o sistema elétrico em funcionamento. Daqui se infere que o sistema híbrido é realmente eficiente.

Dinamicamente este SUV apresenta comportamento homogéneo em estrada. Rola com suavidade – insonorização do habitáculo de excelente nível –, a direção tem bom feeling e é competente a curvar e a travar. A suspensão privilegia o conforto.

Referir ainda que o sistema de tração total, além de ser uma preciosa ajuda em estrada, nomeadamente, em pisos escorregadios, é um convite para a realização de passeios fora de estrada. A altura do veículo ao solo é razoável e, embora a carroçaria não tenha ângulos muito radicais para ataque a desníveis ou a saída de declives, permite que se circule em estradões e se façam percursos de todo-o-terreno (não radical), com segurança.

Design apurado e habitáculo requintado

Mas, o novo Lexus é muito mais do que apenas o eficiente sistema de propulsão hibrido, o competente sistema de suspensão ou o eficaz sistema de travagem.

A segunda geração apresenta-se mais atual, não só visualmente e, no que ao design diz respeito, mas também pelo habitáculo, onde a intervenção foi ainda mais profunda, para que os padrões de qualidade e requinte perseguidos pela Lexus fossem retidos num primeiro olhar.

Exteriormente o SUV destaca-se, dos demais “irmãos” da gama, por apresentar grelha exclusiva, em rede, com pintura preta metalizada; suspensão com maior capacidade de resposta e novas jantes. Também os para-choques apresentam um desenho mais atual, o que também acontece com as ópticas que utilizam LEDs. Aqui continua a destacar-se a assinatura visual da marca nipónica, facilmente identificável pelos LED diurnos em forma de seta. A atualização faz-se sentir também na secção traseira onde os farolins alongados prolongam o desenho pela porta da bagageira. Esta dá acesso à generosa mala que continua a disponibilizar 555 litros de capacidade facilmente ampliáveis a 1.600 litros com o rebatimento dos bancos traseiros.

O acesso “sem chave” é uma mais-valia pois permite que, com o movimento da mão, junto da pega da porta (e desde que a chave esteja no bolso) esta se destranque e dê acesso ao lugar do condutor. O mesmo acontece para colocar a funcionar o motor, basta carregar no botão azul “Start/Stop”.

A Lexus continua a mimar todos os passageiros, mas o lugar do condutor, retém uma especial atenção. O interior é requintado, espaçoso e cómodo e permite a conjugação de diversos materiais e cores. O forro dos pilares e do tejadilho com materiais em tom preto criam um ambiente intimista e acolhedor.

A qualidade dos materiais é notória e a construção irrepreensível. Cómodo e espaçoso para cinco passageiros o lugar mais apetecível é, como já induzimos, o do condutor onde se pode desfrutar do prazer de condução desta versão de quatro rodas motrizes.

A instrumentação embora complexa é de fácil leitura. No entanto, é necessário alguma prática para dominar as principais funções do computador de bordo, GPS (com gráficos 3D), sistema de som, ar condicionado, bluethooth e multimédia, apresentadas no ecrã de 10,3 polegadas a cores e que são operadas a partir do “Remote Touch” colocado na consola entre os bancos. Mas, a prática permite suplantar, com facilidade, a sofisticação do sistema.

A gama Lexus NX 300h está disponível nos seguintes níveis de equipamento: Business, Executive e Executive+ (com tração FWD) e F Sport (com tração AWD). Os preços começam nos 54.078 euros para a versão de entrada Business a que se segue a Executive por 59.428 euros; a Executive+ por 61.628 euros e a F Sport a partir de 67.782 euros. Todas as versões à exceção da F Sport (classe 2 na autoestrada) são Classe 1 na autoestrada desde que equipadas com identificador Via Verde.

Em conclusão o Lexus NX 300h na sua versão F Sport junta prazer de condução a funcionalidade/economia constituindo uma boa opção familiar.

Segurança com Lexus Safety System+

O novo NX dispõe dos benefícios do Lexus Safety System+. Isto quer dizer que está equipado com uma série de funcionalidades de segurança ativa e de assistência à condução que inclui: Sistema de Segurança Pré-colisão (PCS), com deteção de peões; Assistência à Manutenção na Faixa de Rodagem; Sistema de Máximos Automático; Reconhecimento de Sinais de Trânsito e Cruise Control Adaptativo.

Outras caraterísticas que se inserem no capítulo da segurança são: a presença de oito airbags; sistema de aviso da pressão dos pneus; bancos dianteiros com sistema de proteção da coluna cervical; monitor de assistência ao estacionamento; monitor de visão panorâmica 360º e monitorização de ângulos mortos com sistema de alerta de tráfego transversal ao veículo.

Equipamento de conforto completo

A Lexus prima ainda, por dar atenção especial aos passageiros. Por isso dota o NX 300h F Sport com um design de habitáculo ergonómico; bancos dianteiros aquecidos; controlo de climatização; volante em pele multifunções; head-up display, e sistemas de som de topo. Nomeadamente, o sistema áudio Pioneer, com 10 altifalantes ou o sofisticado sistema áudio com assinatura da Mark Levinson, com 14 altifalantes, «concebido à medida das características acústicas do NX 300. Proporciona uma experiência semelhante à do cinema em casa com 7.1 canais, melhorada pela tecnologia Clari-Fi que reconstrói as características sonoras perdidas na compressão digital para MP3», explica a marca. Existe também carregador de indução para smarphone.

A Lexus disponibiliza ainda completo conjunto de acessórios que visam a personalização do modelo ao gosto de cada utilizador.

Mais:
– Design “diferenciado”;
– Fiabilidade do sistema híbrido;
– Conforto.

Menos:
– Preço;
– Desaconselhado operar “Remote Touch” com viatura em andamento.

Lexus NX 300h F Sport

Sistema eléctrico (dianteiro)
Motor Eléctrico síncrono
Potência 143 cv (105 kW)
Binário 270 Nm
Bateria Hidretos metálicos de níquel
Sistema elétrico (traseiro)
Potência 68 cv (50 kW)
Binário 139 Nm
Bateria Hidretos metálicos de níquel
Potência combinada 197 cv
Motor de combustão
Arquitectura 4 cilindros em linha
Capacidade 2.494 cc
Alimentação Injecção indirecta (Ciclo Atkinson)
Potência 155 cv/5.700 rpm
Binário 210Nm/4.200-4.400 rpm
Transmissão Integral
Caixa de velocidades Automática de variação contínua
Suspensão F/T Ind. McPherson molas em espiral/Duplo braço triangular
Direcção/Diâmetro de viragem Eléctrica/12,1 m
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Comp./largura/altura 4,630 m/1,845 m/1,645 m
Bagageira 555 litros
Pneumáticos 225/60 R18
Peso 2395 kg
Velocidade máxima 180 km/h
Aceleração 0-100 km/h 9,3 s
Consumo médio combinado 5,1 l/100km
Emissões CO117g/km

Preço a partir de: 67.782 euros

Veja a Galeria de Fotografias (©Valdemar Jorge):

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
PlayPause
Slider

#TablierMagazine

PUB

O concessionário Lexus para a zona centro é Lexus Coimbra, com sede na Rua Entre Vinhas, 1 Eiras – 3020-171 Coimbra.
https://www.lexus.pt/retailers/lexus-coimbra/

Related posts